Gigantes da Internet estão banindo extremistas (não apenas os que se dirigem às mulheres)